Meus filhos vão para Roma, ô se vão

imagem.jpg

Vejo por ai o pessoal preocupado com educação, com o custo de vida, roupas de marcas, com os brinquedos, planejando uma vida toda de um filho que nem existe. Até ai tudo bem, eu acho, a gente ainda pode sonhar afinal, não é mesmo?

Bom, já que é assim, estou aqui para te dizer que meu filho vai para Roma. Anh? Calma! Antes que já me venham com “pre-conceitos e conclusões ” e comecem a bombardear o telefone da casa da minha vó com histórinhas. Primeiro, eu não estou grávida. Segundo, chamo de Roma o mundo, isso deve ser porque amo Roma. ❤ Não faço questão que tenha roupas de marca, o carro do ano, que lote a gaveta de diplomas. Faço sim questão que saiba se colocar no lugar do outro e sabendo que estar do outro lado nunca é como a gente imagina, também julgue menos. Faço questão que fale inglês, me desculpem, faço questão. Não porque isso irá lhe trazer o emprego milionário, até porque eu e milhares de professores por ai sabemos que isso não é real, mas para que ele possa ouvir o mundo e nesse quesito, tenho que dar o braço a torcer e ir a favor dos que tem a língua como nativa, inglês é sem dúvidas a língua universal (ou a que mais se aproxima disso). Faço questão que vivam, sintam novos sabores, se deixem molhar pelo mar. Faço questão que tenham histórias, faço questão de os deixar viver. Quero ser porto seguro, mas não quero que eles fiquem presos longe do alto mar.

[Imagem reprodução | meramente ilustrativa]

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s