Traze-lo aqui hoje o torna ainda mais real

 

leo22Quem sou eu para dizer que relacionamentos virtuais não podem se tornar reais e mais, quem sou eu para dizer que grandes amigos não podem vir de um oi casual no Facebook, porque não? O mundo mudou, a interação mudou, as relações mudaram.

Quantas vezes nos sentimos quase melhores amigos de pessoas públicas simplesmente porque as acompanhamos pelo Snap? Eu,particularmente, nem preciso ir tão longe com essa história, conheci um dos meus melhores amigos graças a internet, benzadeus: OBRIGADA, foi ele também que me apresentou San Diego, meu eterno e grande amor e graças a ele que conheci o Léo, protagonista de hoje e um dos melhores alto astrais que já vi na vida. Saiu de Piracicaba para se jogar nesse mundão em grande estilo, e vem aqui hoje contar um pouquinho disso tudo,  diretamente do meu lugar dos sonhos, San Diego, para o coração de vocês.

“Há caminhos, que só são descobertos quando nos perdemos, e desprendemos, das incertezas e medos que insistimos em carregar conosco.

Ao tomar a decisão de deixar seu lar, e, voar rumo ao desconhecido, cultive em seu coração duas coisas: Coragem e Fé.

Coragem para acordar cedo, e matar todos os leões que cruzarão o seu dia. Sozinho, e longe de tudo/todos que você ama, precisará muito dela, afim de que firme os seus passos e caminhe em direção aos seus sonhos.

Fé, para acreditar que nenhum sonho é impossível, mesmo que você não consiga enxergar o final da estrada que vai percorrer.

Há quem pense que, a vida aqui é um mar de rosas sem espinhos. Engana-se quem julga a experiência vivida pelos outros, baseados em redes sociais.
A verdade é que, nada-se num mar de espinhos diariamente, para obter uma pétala de rosa, e, no fim do dia, reunir forças para fazer dela perfume e adorno.

De todos os obstáculos no seu caminho, a saudade será o maior deles.
Habitue-se e aprenda conviver com ela, pois, tentar lutar contra, é auto-flagelo.

Mas, se você me perguntar, se em algum momento me arrependi de minha decisão? A resposta será: Não!
Não existe um dia sequer, que não faça essa pergunta a mim mesmo, e ao longo desses anos todos, a resposta sempre foi: Não!

Cresci, amadureci, quebrei a cara, sorri, chorei, conquistei e evolui, e, a soma de todas essas experiências, me fizeram o homem que sou hoje.

Lembre-se: Ao sair de casa, e deixar sua zona de conforto, sua cabeça nunca mais será a mesma. As mudanças são drásticas e permanentes, porém, expande-se a gama de oportunidades, que te permitirão compreender o tamanho do mundo, e quão lindo ele é, para que fiquemos presos, reféns dos nossos medos.

Então, vá!”

 

Hoje parte de mim gratidão, mesmo, por parar um minuto para dividir um pouquinho de você comigo, com a gente, OBRIGADA e a outra parte torce, mesmo, para que um dia a gente se encontre por aqui ou por ai.

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s