Ela vive de poesia e Pôr do Sol

img_0757

Lembro da primeira vez que me apaixonei pelo Pôr do Sol, já tinha meus 27 anos, acredite. Ele correu na varanda desesperado como quem fosse perder o trem: corre Gabi, corre. – gritava ele já lá fora.

Corre para quê? – pensava eu ainda me trocando.

Vai logo – insistia ele. Ô Pai, estou indo.

Foi a maior correria até chegarmos no Pier, Pacif Beach, San Diego, para os 10 minutos mais incríveis da minha vida…Ali eu aprendi a viver de poesia… e de Pôr do Sol.

Todos os dias desde então começou a ser quase que uma regra. Comecei eu então a insistir para que fossem depressa ou que parecem o que estivessem fazendo e contemplassem esses 10 minutos de paz, que com certeza lhe traíram mais uns 10 anos de vida.

Ainda não consegui encontrar nada parecido com o Pôr do Sol de Ocean Beach, mas essa busca constante me ensinou a parar, respirar e admirar o que há de mais belo no mundo. Naquele minuto eu me conecto com o mundo, respiro, eu vivo, eu sou poesia, eu sou o sol.

Aqueles minutos são meus e posso ser e estar onde eu quiser.

Aquele minuto eu não sou saudade, sou poesia.

dsc_1266

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s